Políticas públicas de Educação a Distância para o ensino superior: da regulamentação ao cenário atual

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Jociano Coêlho de Souza Thelma Panerai Alves

Resumo

Falar sobre as políticas públicas da Educação a Distância no Brasil, em momentos difíceis como o que estamos enfrentando atualmente, requer uma análise mais apurada do cenário político e econômico, já que o país enfrenta uma crise, tanto política como financeira, que levou a uma falta de investimento, redução e até mesmo congelamento de recursos para setores fundamentais, como a educação. Assim, este artigo tem como objetivo discutir as políticas públicas em Educação a Distância (EaD), sob uma perspectiva histórica, crítica e reflexiva, a fim de fazer uma ponte desde o seu surgimento no Brasil, passando pela sua grande expansão até os seus impasses atuais. Metodologicamente, trabalhamos com a pesquisa bibliográfica e documental. Portanto, podemos dizer que, nesse contexto, ainda há uma grande incerteza, principalmente, quando se instalou o cenário de sepultamento da Universidade Aberta do Brasil. Entretanto, acreditamos em uma nova reconfiguração, que vise à institucionalização e ao aumento da qualidade do ensino.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DE SOUZA, Jociano Coêlho; ALVES, Thelma Panerai. Políticas públicas de Educação a Distância para o ensino superior: da regulamentação ao cenário atual. Educação Online, [S.l.], v. 13, n. 29, p. 45-60, nov. 2018. ISSN 1809-3760. Disponível em: <http://educacaoonline.edu.puc-rio.br/index.php/eduonline/article/view/479>. Acesso em: 19 mar. 2019.
Seção
Artigos