O ensino de psicologia no currículo da educação básica: análise da formação docente

Conteúdo do artigo principal

Lucas Antunes Machado
Maria Inês Côrte Vitória

Resumo

O artigo objetiva apresentar o Projeto Pedagógico do curso de licenciatura em Psicologia de uma Instituição Pública, localizada no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Pretende-se, com isso, refletir sobre a formação de professores de Psicologia levando-se em consideração as atuais políticas curriculares para a Educação Básica. Estrutura-se em duas partes: na primeira, procede-se a uma breve constituição histórica do ensino de Psicologia na Educação Básica, entrecortada de uma reflexão sobre a disciplina e as atuais políticas educacionais. Na seqüência, apresenta-se o curso de Licenciatura em Psicologia investigado. A discussão aponta que o ensino de Psicologia não comparece como disciplina obrigatória do currículo e, tão pouco, é respaldado por legislação educacional.

Detalhes do artigo

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Lucas Antunes Machado, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS

Professor de Psicologia na Rede Pública do Estado do Rio Grande do Sul. Integrante e Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq no Grupo de Pesquisa: Teorias e Práticas na Formação de Educadores. Atua na linha pesquisa Formação, Políticas e Práticas em Educação (PPG Educação/Escola de Humanidades/PUCRS). Tem interesse nos seguintes temas de pesquisa: Licenciatura em Psicologia, Psicologia na Educação Básica de Nível Médio, Formação de Professores, Desenvolvimento Profissional Docente e Práticas Pedagógicas. 

Maria Inês Côrte Vitória, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS

Doutora em Educação pela Universidade Santiago de Compostela/Espanha. Professora do Programa de Pós Graduação em Educação da PUCRS. Coordenadora do Grupo de Pesquisa: Teorias e P´raticas na Formação de Educadores.