Os encantos da leitura em uma instituição socioeducativa de internação

Conteúdo do artigo principal

Laudeth Alves dos Reis
Cláudia Terra do Nascimento Paz

Resumo

Este estudo tem por objetivo apresentar a análise da vivência do estímulo à prática da leitura realizada com adolescentes privados de liberdade. Trata-se de um relato de experiência, a partir da observação participante da prática de leitura dos adolescentes de uma instituição socioeducativa de internação, localizada no Triângulo Mineiro. Utilizou-se, para coleta e registro das informações, um diário de campo. Os dados revelaram: crescente aumento no hábito da leitura, consolidação da rotina de leitura, envolvimento familiar, desejo de possuir livro próprio, trocas de livros entre os adolescentes, feedback das leituras e contato com diferentes obras literárias e não literárias. A partir do estudo proposto, defende-se a prática da leitura como um dos caminhos possíveis para a emancipação humana e superação da condição de exclusão e marginalização a que estão sujeitos os adolescentes privados de liberdade.

Detalhes do artigo

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Laudeth Alves dos Reis, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Titulação: doutoranda em educação (UFTM), mestre em educação (UFTM), pedagoga do Centro Socioeducativo de Uberaba (Cseur).

Função atual: pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Corporeidade e Pedagogia do Movimento (Nucorpo/UFTM).

Área de Pesquisa: educação e corporeidade.

Cláudia Terra do Nascimento Paz, Instituto Federal de Santa Catarina

Titulação: doutorado em educação (Ufrgs).

Função atual: docente do IFSC, Campus Tubarão, pesquisadora do Grupo de Pesquisa MAGMA - Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação Inicial e Continuada de Professores, do Instituto Federal Farroupilha (IFFar).

Área de pesquisa: