Laços desfeitos: análise do discurso de professoras em fim de carreira

Conteúdo do artigo principal

Alessandra Müller da Silva Freitas
Silvane Aparecida de Freitas

Resumo

A análise do discurso de linha francesa concebe o discurso como uma materialização da ideologia decorrente do modo de organização dos modos de produção social. Segundo essa linha de pesquisa e as concepções de sujeito de Bakhtin (2004), faremos a análise do discurso de duas professoras de língua materna em fim de carreira. O objetivo dessa análise e reflexão é depreender e problematizar as representações que as professoras fazem de si e de sua profissão. Os dados dessa pesquisa foram obtidos por meio de entrevista audiogravada e num segundo momento transcrita. Assim, concluiu-se que a identidade do sujeito pós-moderno não é fixa, mas se define historicamente, variando de acordo com as representações e interpelações culturais, o discurso das professoras é atravessado por identificações conflitantes, numa tensão constante entre um discurso que as valoriza, produto de um desejo, e outro que as desvaloriza, resultante de uma realidade social.

Detalhes do artigo

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Silvane Aparecida de Freitas, Universidade EStadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Paranaíba-MS

Pós-doutorado em Linguística Aplicada pela UNICAMP/Campinas (2009). Doutora em Letras (UNESP/Assis (2002). Docente dos Programas Scrito-Sensu de Letras e Educação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.