Paulo Freire, a filosofia e a vida

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Walter Omar Kohan

Resumo

Muitos estudos destacam as influências filosóficas que teria recebido Paulo Freire no decorrer de sua vida. Ao mesmo tempo em que se discute se ele é um filósofo, inúmeros estudos, no Brasil, mas, sobretudo no exterior, procuram identificar “a filosofia de Paulo Freire”, entendendo por tal os pressupostos filosóficos que possam explicar melhor suas ideias. Neste artigo, fazemos diferentemente. A partir de uma leitura proposta por M. Foucault, inserimos Paulo Freire numa tradição filosófica iniciada por Sócrates e os antigos Cínicos, em que o problema central é a vida como “uma forma de ser e ao mesmo tempo como uma forma de ética e heroísmo” (FOUCAULT, 2011, p. 196). Como resultado, oferecemos um Paulo Freire cuja vida não pode ser separada de seu pensamento, e sua vida filosófica é, ela própria, sua principal força educadora.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
KOHAN, Walter Omar. Paulo Freire, a filosofia e a vida. Educação Online, [S.l.], v. 13, n. 29, p. 90-112, nov. 2018. ISSN 1809-3760. Disponível em: <http://educacaoonline.edu.puc-rio.br/index.php/eduonline/article/view/520>. Acesso em: 19 mar. 2019.
Seção
Dossiê