A construção de um padrão de escolhas de modo de vida saudável entre estudantes de pedagogia e sua relação com o processo educativo

Conteúdo do artigo principal

Lisiane Goetz
Renato da Costa Teixeira
https://orcid.org/0000-0002-4073-205X

Resumo

Este estudo acompanhou a construção de um estilo de vida saudável entre estudantes de pedagogia, em resposta às ações realizadas por meio de uma disciplina de tema transversal durante a graduação. Os dados foram obtidos através do registro diário de hábitos de vida sobre dez aspectos relacionados à saúde. Os resultados apontam uma influência positiva com significância estatística dos conteúdos da disciplina sobre as escolhas dos alunos, ao longo do estudo. O registro dos hábitos por parte dos alunos demonstrou ser uma eficiente estratégia para avaliar a efetividade da abordagem dos conteúdos, indicando ao professor da disciplina, os pontos a serem retomados ou fortalecidos para o desenvolvimento da autonomia e autorregulação do estudante. Além do benefício pessoal, os futuros pedagogos são preparados para difundir a cultura da saúde entre os alunos da educação básica quando adentrarem ao mercado de trabalho.

Detalhes do artigo

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Lisiane Goetz, Universidade do Estado do Pará (Uepa)

Titulação: bacharel em fisioterapia pela Universidade do Estado de Goiás, licenciatura em pedagogia pela Faculdade Promina, MBA em gestão estratégica em instituições educacionais, Mestre em ensino em saúde pela Universidade do Estado do Pará.                 Função atual: coordenadora pedagógica da Rede de Educação Adventista para os estados do Pará, Maranhão e Amapá   Área de pesquisa: fundamentos e metodologias em ensino na saúde na Amazônia; metodologias de ensino, avaliação e autorregulação da aprendizagem

Renato da Costa Teixeira, Universidade do Estado do Pará (Uepa)

Titulação: Graduação em fisioterapia pela Escola de Reabilitação do Rio de Janeiro (1977); Mestrado em educação - Docência Universitária pelo Instituto Pedagógico Latinoamericano e Caribenho reconhecido pela Universidade do Estado do Pará (2000); Doutorado em educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2010).

Função atual:  Fisioterapeuta do ambulatório de DPOC do Hospital Universitário João de Barros Barreto da Universidade Federal do Pará; professor Adjunto IV da Universidade do Estado do Pará; Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade do Estado do Pará; Programa de Pós-graduação em Gestão e Saúde na Amazônia da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará e no Programa de Pós-graduação em Saúde na Amazônia do Núcleo de Medicina Tropical da Universidade Federal do Pará; líder do Grupo de Pesquisa em Saúde Funcional e Qualidade de Vida.

Área de pesquisa:  ensino em saúde, fisioterapia e qualidade de vida.