Paulo Freire e os estudos curriculares na América Latina e nos Estados Unidos

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ivanilde Apoluceno de Oliveira Tânia Regina Lobato dos Santos

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar as contribuições do pensamento educacional de Paulo Freire aos estudos curriculares na América Latina e nos Estados Unidos, tendo por foco o currículo crítico. Consiste em recorte de uma pesquisa de campo, de abordagem qualitativa, concluída em 2016 e realizada pelos Programas de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Pará – Uepa e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio, por meio do Programa de Intercâmbio Interinstitucional Casadinho/Procad/MEC, com financiamento do CNPq e Capes. Entre os procedimentos metodológicos constam o levantamento bibliográfico e documental e a entrevista semiestruturada. Entre os resultados, destacam-se as contribuições de Paulo Freire para os estudos curriculares nos Estados Unidos e na América Latina. Nessa, acrescenta-se o debate de uma pedagogia pós-colonialista de currículo e o processo de democratização escolar. No Brasil, destaca-se o movimento de reorientação curricular efetivado em secretarias municipais de Educação em diversos estados brasileiros.


 

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de; DOS SANTOS, Tânia Regina Lobato. Paulo Freire e os estudos curriculares na América Latina e nos Estados Unidos. Educação Online, [S.l.], v. 13, n. 29, p. 130-145, nov. 2018. ISSN 1809-3760. Disponível em: <http://educacaoonline.edu.puc-rio.br/index.php/eduonline/article/view/516>. Acesso em: 25 may 2019.
Seção
Dossiê