Reflexões sobre a relação museu-escola: na direção de um museu permeável

Conteúdo do artigo principal

Ozias de Jesus Soares

Resumo

Atualmente, museus e escolas têm realizado esforços no sentido de um trabalho articulado. Todavia, notamos que essa perspectiva ainda não se tornou hegemônica. Os condicionantes estruturais da gênese dos museus e os modelos de gestão e de educação permanecem como um desafio a um trabalho numa outra direção. Como instituição de saber, de conhecimento, de memória e cultura, tais instituições possuem ricas possibilidades como agências de transformação social. O horizonte da formação integral emerge como pilar fundamental para pensar a conjunção museu-escola. A permeabilidade de ambas as instituições deve ser buscada como forma de romper com os tradicionais muros que os separam.

Detalhes do artigo

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Ozias de Jesus Soares, Museu da Vida/ Fundação Oswaldo Cruz

Pesquisador do Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/ Fiocruz - Núcleo de Estudos de Público e Avaliação em Museus. Doutor em Ciências Sociais, Pedagogo e Mestre em Educação.